Menu de Navegação de Páginas
Facebook - Mãos Ensanguentadas de Jesus Instagram - Mãos Ensanguentadas de Jesus Youtube - Rede Século 21 Whatsapp - Mãos Ensanguentadas de Jesus Aplicativo - Mãos Ensanguentadas de Jesus

Carta Pe. Eduardo – setembro/2018

Carta Pe. Eduardo – setembro/2018

Valinhos/SP, setembro de 2018.

DEZESSEIS ANOS DE BÊNÇÃOS E GRAÇAS!

A Divina Vontade é perfeita e age também perfeitamente em nós quando abrimos o nosso coração e dizemos, a exemplo de nossa Mãe Maria, um sim ao projeto maravilhoso e misericordioso de Deus.

Por essa razão, não tenho nenhuma dúvida que a Devoção das Mãos Ensanguentadas de Jesus é um fruto desta Divina Vontade, que o próprio Jesus fez nascer e crescer desde 2002, nesta Obra que é d´Ele, para que mais e mais irmãos nossos se abram à Divina Vontade, fazendo a Jesus o humilde convite que comove e move o seu Sagrado Coração: “Mãos Ensanguentadas de Jesus, Mãos feridas lá na Cruz, vem tocar em mim. Vem, Senhor Jesus”.

Isso só vem aumentar a minha convicção de que, pedindo em Nome de Jesus e expulsando todo o mal com a Sua Autoridade, são os Méritos do seu Preciosíssimo Sangue, das Chagas de suas Mãos perfuradas em sua Paixão e Morte, que sustentam as nossas súplicas diante de Deus Pai, para que possamos viver de acordo com tudo o que o Senhor planejou e espera de cada um de nós.

As três horas que Jesus ficou pregado na Santa Cruz valeram para mudar a História de toda a humanidade. Para mudar a sua história, e a história de todos aqueles por quem você pede e intercede com tanta fé e confiança. Concorda comigo? Eu sei muito bem que sim, porque quem reza esta Novena se torna uma nova pessoa, renovada pelo Preciosíssimo Sangue de Jesus!

Todas as vezes que eu rezo a Novena, me convenço do quanto as nossas mãos são importantes e são realmente a continuação das próprias Mãos de Jesus. Podemos impor as nossas mãos nas pessoas, junto com as Mãos de Jesus, e rezar com a Autoridade d´Ele, expulsando todo o mal. Com nossas mãos, podemos realizar e construir tudo o que a Divina Vontade nos inspirar para podermos ajudar cada dia mais nossos irmãos e irmãs. Com nossas mãos podemos construir juntos a tão sonhada e querida Igreja das Mãos Ensanguentadas de Jesus.

Apesar da enorme dificuldade financeira que estamos enfrentando aqui em nossa Obra, e que é do seu conhecimento, estou entusiasmado e confiante de que juntos, com nossas mãos, nosso coração e nossas orações unidas na Divina Vontade, conseguiremos edificar, com rapidez, esta Igreja que, sem dúvida nenhuma, é da Vontade de Deus. Para tanto, durante todo este mês de setembro, mês em que celebramos a Solenidade da Exaltação da Santa Cruz, que foi a fonte de inspiração para o início da Devoção das Mãos Ensanguentadas de Jesus, peço que você reze a Novena pelas intenções desta Obra, Associação do Senhor Jesus. Reze para que possamos, dia após dia, cumprir com amor e responsabilidade, tudo o que Divina Vontade deseja e espera de nós. Deseja e espera de mim, de modo especial, como sacerdote responsável por esta Obra.

Além da Novena, peço que você reze durante todo o mês de setembro, esta pequena oração que brota agora do meu coração: “Deus Pai, em Nome de Jesus e no poder do Espírito Santo, humildemente venho interceder pela Associação do Senhor Jesus, suplicando que sejam derramadas com abundância, as graças, as bênçãos e os bens materiais necessários para a sobrevivência diária e a continuidade desta Obra, que tem feito tanto bem. Peço ainda, na firmeza da fé, que esta instituição, que nasceu para servir nossa querida Igreja Católica e construir o Reino de Deus, nunca se desvie da Tua Divina Vontade. Peço por todos e cada um, de modo especial, que diariamente deposita um pouco de sua vida, de suas orações e de suas doações para que a evangelização jorre e alcance milhões de pessoas. Agradeço, Trindade Santa, também em Nome de Jesus, porque sei que minha humilde oração, unida as milhares de orações de todos os sócios da Associação do Senhor Jesus, serão atendidas. Amém”.

Minha bênção sacerdotal, a você e a todas as pessoas da sua família.

 

 

Pe. Eduardo Dougherty, SJ

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Faça sua doação